Dinheiro na mão é vendaval ...


Aos empresários, Felício Ramuth (PSDB) disse ter recebido a prefeitura sem dinheiro e com sinais claros de má gestão.

A dívida de R$ 306 milhões é preocupante.
Mas algumas contas não pagar, como água e luz, mostrariam, segundo Felício, completa má gestão. Exemplo: o pagamento em dia da conta da Sabesp representa uma economia de 25% no valor da conta para a Prefeitura de São José. Valor da nota: R$ 750 mil. Valor do desconto, com pagamento à vista: R$ 187 mil. "Mas a conta era paga com atraso", disse. "Acertamos para pagar a conta em dia e teremos dinheiro extra para investir no que é necessário", completou.
"Hoje, toda equipe está focada em economizar dinheiro", disse.

Quanto tempo leva para colocar a casa em ordem?

Felício foi realista: de 12 a 18 meses. "Nós vamos repactuar as dívidas que herdamos e a partir daqui vamos pagar em dia, cortar gastos, enxugar a máquina."
Além do programa Economia no Dia a Dia, o governo prepara para enviar à Câmara, no fim do recesso, o projeto de reforma administrativa, com o novo perfil de cada secretaria. "Com isso vamos economizar R$ 50 milhões."

Dinheiro na mão é vendaval ... Dinheiro na mão é vendaval ... Reviewed by blog dois pontos on 10:26 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.