Capez escapa por 6 a 1

Capez: caso arquivado?
O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo arquivou hoje, por 6 votos a 1, o processo de investigação sobre o presidente da Casa, Fernando Capez (PSDB).
Capez teve o nome ligado à máfia da merenda no Estado de São Paulo. No relatório da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Merenda, dois de seus assessores foram citados entre os responsáveis pelas fraudes verificadas nos contratos da Coaf (Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar) com a Secretaria da Educação no governo Geraldo Alckmin (PSDB). Capez sempre negou participação no esquema.
O deputado estadual Davi Zaia (PPS), de Taubaté, relator da representação contra o Capaz, considerou desnecessário convocá-lo e apresentou o voto pelo arquivamento do processo.  

Oficialmente, o voto foi apresentado na última sexta, mas o próprio Zaia afirmou ao UOL que sua decisão estava pronta desde o fim do ano passado. "Não posso caracterizar que houve quebra de decoro com base em uma investigação que ainda está ocorrendo. Ainda não há a comprovação das denúncias."
Votaram pelo arquivamento o deputado Coronel Camilo (PSD), Carlão Pignatari (PSDB), André Soares (DEM), Afonso Lobato (PV), também de Taubaté, Davi Zaia (PPS) e Campos Machado (PTB). Apenas o deputado João Paulo Rillo (PT) votou contra o relatório e o arquivamento.


Capez escapa por 6 a 1 Capez escapa por 6 a 1 Reviewed by Helcio Costa on 19:21 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.