Shake, Shake, Shake ...


Deu no jornal "O Vale", em reportagem do sempre atento João Paulo Sardinha

o Ministério Público instaurou inquérito civil para apurar se Shakespeare Carvalho (PRB), ex-presidente da Câmara de São José dos Campos, cobrava “pedágio” de funcionários comissionados do Legislativo. A decisão é do último dia 19 e foi tomada pela promotora Ana Chami, da 7ª Promotoria de Justiça.

Shake, como o ex-vereador é chamado, diz que a denúncia que originou a ação é política e teria surgido às vésperas da eleição de 2016, quando tentava chegar ao Paço. Segundo disse a "O Vale", ele já teria se colocado à disposição do MP para explicações.

Pelo sim, pelo não, decisão do MP de investigar a denúncia feita por ex-funcionários da Câmara é notícia e vai agitar o mundo da política mais que o velho sucesso do KC & The Sunshine Band, "Shake, Shake, Shake". Mais: é uma pedra no sapato do ex-vereador, que namora com a possibilidade de ser indicado pelo PRB para o cargo de secretário de Esportes do Estado, no governo Geraldo Alckmin (PSDB), em substituição a Paulo Maiurino, do mesmo partido. Shake e o sonho do PRB podem tropeçar, e feio, nessa pedra ...

Como o blog já apontou, adversários políticos de Shake temem que Shake use a secretaria para alavancar sua candidatura a deputado em 2018 e, depois, a prefeito em 2020. Para eles, a investigação do MP é mamão com açúcar.

A denúncia

Segundo a denúncia, contida em quatro processos, ex-funcionários alegam que eram obrigados  a devolver parte de seus salários ao ex-vereador, sob pena de demissão. O "pedágio" seria cobrado de servidores nomeados direta ou indiretamente por ele. A denúncia também cita que Shake usaria funcionários da Câmara para atividades particulares e fora do expediente.

O caso corre em segredo de Justiça, mas é possível dizer que o Ministério Público começou a colher informações sobre o caso em agosto de 2016 e, agora, em janeiro, aceitou formalmente a denúncia. Shake é investigado por enriquecimento ilícito e violação a princípios administrativos. O MP deve pedir a perda dos direitos políticos do ex-vereador.

Sem juízo específico sobre o caso de Shake, denúncias e informações sobre cobrança de "pedágio" de funcionários da Câmara pululam no Legislativo de São José faz tempo. Esta é uma boa hora para colocar tudo a limpo.


Shake, Shake, Shake ... Shake, Shake, Shake ... Reviewed by blog dois pontos on 10:42 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.