A guerra do lixo


A suspensão mesmo que temporária do serviço de coleta seletiva virou uma pedra no sapato do governo Felício Ramuth (PSDB), além de representar uma dor de cabeça para boa parte do cidadão de São José dos Campos.

O lixo virou arma da oposição em pelo menos duas frentes.

Em uma, o vereador Wagner Balieiro (PT) deu início a uma abaixo-assinado eletrônico em que pede a imediata retomada do serviço, que, até o início da tarde de hoje, havia obtido 258 adesões. Nele, aponta ainda que a suspensão do serviço não foi comunicada previamente à população, que continuou a separar o lixo sem necessidade.

Na outra, Angela Aparecida da Silva e Vicente Cioffi, respectivamente integrante da Central de Movimentos Populares e conselheiro-suplente do Conselho Municipal do Meio Ambiente, entraram com uma ação junto à Promotoria de Urbanismo e Meio Ambiente pedindo a imediata retomada do serviço e a responsabilização da Prefeitura de São José dos Campos e a Urbam por violação de direitos individuais e coletivos. Vamos ver no que dá ...

Pelo calendário anunciado pela prefeitura, a Urbam retoma a coleta no final do mês. O serviço de coleta de lixo na cidade era feito integralmente pela Cavo, empresa que teve seu contrato com o município cancelado por Felício.
A guerra do lixo A guerra do lixo Reviewed by blog dois pontos on 14:16 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.