A mulher em debate


A sempre interessante newsletter Meio, de Pedro Doria, traz hoje algumas notas tendo como pano de fundo o Dia da Mulher. Para concordar ou discordar, vale a pena ler, analisar e debater. Afinal, é do debate que nascem as boas ideias:


Uma das principais bandeiras do movimento feminista, a legalização do aborto, pode começar a caminhar no país. Uma ação que pede a descriminalização do ato para qualquer gestação com até 12 semanas acaba de chegar ao STF. Assinado pelo instituto de bioética Anis e enviado pelo PSOL ao Supremo, o documento defende que as restrições hoje impostas pelo Código Penal ferem a Constituição e levam mulheres a praticar o aborto de forma clandestina, expondo-as a riscos. Negras e pobres são as mais vulneráveis.
Atualmente, o aborto só é permitido no país em três casos: se a mulher corre risco de morte por causa da gestação, se foi vítima de estupro e se o feto é anencéfalo.

Os números continuam alarmantes. Uma em cada três brasileiras diz ter sido vítima de violência no último ano, revela a "Folha". Já os investimentos do governo federal em ações contra esse tipo de violência vêm despencando desde 2008.

A mulher em debate A mulher em debate Reviewed by blog dois pontos on 11:44 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.