Tô fraco, tô fraco ...


Do alto de sua barba espessa, Karl Marx já sentenciou lá atrás, em pleno século 19: a história se repete, primeiro como tragédia, depois como farsa.

Bem, no caso da questão, a primeira vez já não continha muita tragédia, mas ...

Nos anos 90, a Prefeitura de Aparecida resolveu combater uma praga de escorpiões nos morros da cidade distribuindo galinhas para os moradores. Bem, se o número de escorpiões diminuiu, não existe estatística oficial. Mas que a prefeitura deixou o almoço de domingo de muitas famílias mais gostoso, bem, isso deixou de fato. O exército emplumado da Prefeitura de Aparecida foi parar na panela de muita gente ...

Isso virou matéria até da "Folha de S. Paulo".

Bem, agora, após solicitações de vários moradores, a Urbam está testando o controle de escorpiões no Cemitério Maria Peregrina, em Santana, na região norte de São José dos Campos, por meio de galinhas d'angola. As aves têm sido usadas pela população como predadoras naturais dos escorpiões. Segundo a prefeitura, nesta fase de teste, foi construído um viveiro no cemitério, onde foram colocadas seis galinhas.  Elas passarão por fase de adaptação ao novo ambiente. 

Nos últimos quarenta dias, uma equipe da Urbam retirou 2.957 escorpiões no cemitério de Santana. 

O assunto é sério, mas, como cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém, é bom instituir um censo frequente da população de penosas do cemitério. Afinal, estamos no Brasil, a crise está brava, os muros não são tão altos assim e, enfim, galinha d'angola na caçarola é um prato delicioso, recomendado até pelo chef pop Olivier Anquier ...

Tomara que o alemão barbudo erre mais uma vez ...

Tô fraco, tô fraco ... Tô fraco, tô fraco ... Reviewed by Blog Dois Pontos on 17:33 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.