As flores do mal

Alergia?

Esse post tem atraso de alguns dias, mas ainda está no prazo de validade ...

Pego de surpresa no domingo durante um protesto de cicloativistas contra o aumento de velocidade nas Marginais de São Paulo, o prefeito João Doria (SP) jogou no chão, pela janela do carro, flores entregues a ele por uma manifestante.

Que mau exemplo ...

A assessoria de Doria tentou colocar panos quentes no ato, alegando que o prefeito reagiu a um gesto invasivo, mas o que mostram as imagens, captadas sem a maquiagem edulcorada do marketing oficial, é um político enfezado, reagindo com mau-humor a uma manifestação fora do roteiro a que ele está acostumado. Em resumo, um menino mimado, que se acha o dono da bola, pego no contrapé. 

Que feio ...

Além do mau exemplo pela falta de educação, deu o mau exemplo de jogar coisas na rua da cidade que administra, pela janela do carro. Não sabe ele que isso dá multa?

Na segunda-feira, já de volta ao roteiro oficial, aquele em que determina sujeito-verbo-predicado, Doria tentou transformar o limão em limonada. Disse que oferecia "flores do mal" aos ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Roussef (ambos do PT) e tentou dar uma lição de moral. “Não será nenhum ativista, petista ou qualquer outro ‘ista’ que vai me colocar na parede. Nem com flores, nem com gritos”, afirmou. “As flores do mal eu dedico ao Lula, à Dilma e aos 14 milhões de desempregados do Brasil”, disse. Ganhou os aplausos da claque de sempre.

Que lição fica disso tudo?
Ora, prefeito, por favor, seja mais humilde e menos marqueteiro.


Ao invés de ficar treinando para dublê de gari a todo instante, em busca de flashes e likes, aprenda um pouco sobre o contraditório, essencial na política e tão escasso no Brasil atual, e leia um manual de boas maneiras. Em outras palavras, deixe de ser chiliquento ...


PS1: Jogar objetos pela janela de um veículo dá multa. Mas nesse caso, mesmo se multa houvesse, o penalizado seria o motorista ...
PS2: "Flores do Mal" é o nome de um clássico do poeta francês Charles Baudelaire, marco da poesia moderna. E também, para quem prefere ser mais moderno, dois clássicos do rock nacional: "Flores do Mal", tocado pelo Barão Vermelho, e "As Flores do Mal", do Legião Urbana. Deste, sai o verso-lição: mentir é fácil demais ...


As flores do mal As flores do mal Reviewed by blog dois pontos on 14:15 Rating: 5

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.