Cautela e caldo ...


A bancada de apoio ao prefeito Felício Ramuth (PSDB) foi rápida: tão logo veio à tona a investigação sobre licitações da Prefeitura de Praia Grande, vereadores aliados protocolaram três pedidos de CEIs sobre o governo Carlinhos Almeida (PT).

O objetivo é claro: fechar o espaço da oposição, que poderia vir a propôr uma CEI para investigar o caso de Praia Grande.

Pode isso, Arnaldo? Ora, a regra da Casa é clara: só podem existir três CEIs ao mesmo tempo. Com os pedidos de Lino Bispo (PR), Dulce Rita (PSDB) e Fernando Petiti (PSDB), o meio-campo fica congestionado e uma tentativa da oposição --sem grandes chances de prosperar, mas com potencial de causar problemas-- acabaria batendo na trave.

E o que querem investigar os vereadores aliados?

Lino pede que seja investigado o contrato firmado por Carlinhos com a Cavo para coleta de lixo na cidade. Dulce fecha seu foco nos recursos vinculados da saúde em atividade vedada. Petiti pede que sejam investigados as possíveis irregularidades na reforma do Teatrão. Com maioria na Casa, a bancada governista deve emplacar as três CEIs.

Felício diz que o caso de Praia Grande não passa de uma denúncia política, feita às vésperas da eleição e que não irá repercutir negativamente em seu governo. Mas, como diz, o ditado, cautela e caldo de galinha não fazem mal algum. Outro ditado? É melhor prevenir do que remediar. E segue o jogo ...

Cautela e caldo ... Cautela e caldo  ... Reviewed by Helcio Costa on 15:04 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.