Ficamos todos mais velhos

Reprodução artística do homem de Jebel Irhoud

Da sempre antenada newsletter "Meio":

Foi tornada pública, ontem, uma descoberta que revoluciona a história da humanidade.

Homo sapiens, nossa espécie, tem entre 281 e 349 mil anos. Data, portanto, da Idade da Pedra Média. São 100 mil mais do que a datação anterior — 195 mil. 

O impacto da descoberta, que sai do estudo publicado na Nature por onze cientistas de EUA, Europa e Marrocos, vai para muito além da data. Os dois grupos fósseis mais antigos que conhecíamos, da subespécie Homo sapiens idaltu, vinham da Etiópia, sugerindo que evoluímos a ponto de aparecer no mundo num período curto de tempo e numa mesma região. A teoria cai por terra. Esta nova subespécie do Homo sapiens, ainda não batizada, vem da região de Jebel Irhoud, no Marrocos. Pela estrutura do crânio, seria alguém que reconheceríamos como igual a nós caso cruzasse a rua. Dentro da caixa craniana, porém, estava um cérebro mais alongado e achatado, com as regiões dos lobos parietais e do cerebelo consideravelmente menores. São áreas ligadas ao tato, percepção do espaço e precisão dos movimentos. 

A evolução até chegarmos a quem somos, portanto, foi bem mais lenta e longa, além de ter ocorrido numa região maior da África. O homem de Jebel Irhoud usava lanças com pontas de pedra e cozinhava carnes na fogueira. 

A edição da Nature com os dois artigos que detalham o achado chega hoje às bancas britânicas.

Só que... É mais complicado do que isso. 

Alguns cientistas consideram que uma das características definidoras do Homo sapiens é seu cérebro. Por este critério, o homem de Jebel Irhoud seria a espécie humana mais próxima da nossa — mas não uma subespécie da nossa. Não um Homo sapiens. Tampouco é possível afirmar que ele é um ancestral direto. Pode pertencer a outra linhagem que se tornou extinta. Não seríamos seus filhos e, sim, sobrinhos. 

Mas não há dúvidas: um bicho com a nossa cara andava na Terra 100 mil anos antes do que desconfiávamos. A história foi reescrita.
Ficamos todos mais velhos Ficamos todos mais velhos Reviewed by blog dois pontos on 10:34 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.