E agora, doutor?


Simples, direto, com conteúdo ...

O Link Vanguarda apresentou ontem uma reportagem de Pedro Melo sobre problemas de atendimento na Farmácia Central, inaugurada há uma semana pela Prefeitura de São José dos Campos com a finalidade de unificar a entrega de medicamentos e alto custo para a população atendida pelo SUS (leia aqui). É um exemplo de bom jornalismo.

Em pouco mais de 7 minutos, a Rede Vanguarda mostrou um cenário de filas, falta de medicamentos e muita confusão.

De forma clara, sem demagogia, Melo desmontou, com perguntas bem colocadas, a explicação oficial dada pela coordenadora da Farmácia Central, Rosângela Alwin, que tentava explicar o inexplicável: como um centro que deveria simplificar a vida do cidadão estava, naquele dia, transformado em uma central de filas, cuja espera beirava as duas horas, segundo o repórter. Mais: colocou em xeque o jogo de empurra entre Estado e prefeitura, cada um se isentando da culpa pela falta de medicamentos.

Simples, direto, com conteúdo. Parabéns ...

PS1: E fica a dica para a Secretaria de Saúde de São José dos Campos, responsável pela gestão da Farmácia Central --é melhor resolver esse impasse logo; daqui a alguns dias a TV volta lá. E se estiver essa bagunça toda de novo?
PS2: Para fazer bom jornalismo não é preciso muito, só usar a cabeça ...









E agora, doutor? E agora, doutor? Reviewed by blog dois pontos on 11:25 Rating: 5

2 comentários:

  1. Felício precisa assumir a gestão na Secretaria de saúde com profissionais e não médicos, fizeram as mudanças sem avaliar os problemas que ocorreriam.Na iniciativa privada se não funciona com eficiência e planejamento é substituída.Com saúde não se brinca.

    ResponderExcluir

  2. um bom comentário, meu caro.
    obrigado

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.