Um PSDB tortuoso ...

Aécio Neves: carreira retomada

Da sempre atenta newsletter "Meio", de Pedro Doria:

Por 39 votos a 26, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara votou para derrubar a denúncia contra Michel Temer. O Planalto esperava 42 votos. Os partidos da base de apoio deram ao governo 84% dos seus votos — 5 deputados do PSDB, um do DEM e um do Solidariedade se puseram contra. Falta ainda o plenário, onde é necessário que 342 votos, ou dois terços do colegiado, ignorem a recomendação da CCJ. Dificilmente ocorrerá. A decisão final deve sair na próxima quarta-feira.

Vera Magalhães: “O PMDB de Michel Temer que salvava Aécio Neves. E o PSDB, de Aécio, salvava Temer? A primeira parte da versão Lava Jato da Quadrilha, de Carlos Drummond de Andrade, se confirmou. Mas a segunda ainda é uma incógnita. No PSDB, os caminhos são tortuosos. Aécio já não tem quase nenhuma influência sobre os deputados para cobrar alguma retribuição. Por isso, Temer age perante os novos caciques influentes. Jantou ontem com João Doria Jr. no Jaburu, e conta com uma boa vontade maior do segmento alckmista da bancada.”

Aliás ... Ainda segundo Vera Magalhães, os aliados de Aécio no Senado espalharam que o tucano mineiro não pretendia cair sozinho. Os senadores entenderam o recado.


Um PSDB tortuoso ... Um PSDB tortuoso ... Reviewed by blog dois pontos on 09:10 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.