Ao sabor dos algoritmos


É, pois é. Este é o mundo em que vivemos, apontado pela sempre atenta newsletter Meio, do jornalista Pedro Doria:

O restaurante The Shed at Dulwich chegou ao topo da lista do TripAdvisor dos melhores restaurantes de Londres. 

Mas você nunca conseguirá visitá-lo. Ele não existe ...

É fruto de uma ideia de um jornalista freelancer, Oobah Butler. Ele, que já havia escrito, mediante pagamento, várias críticas positivas sobre restaurantes em que nunca estivera, resolveu criar um. Com endereço, número de telefone, e página na internet — com fotos de pratos feitos com pastilha de detergente e espuma de barbear. No site de avaliações, famílias e amigos registraram seus depoimentos, sempre elogiosos. O lugar só recebia clientes mediante reserva, embora sempre lotado. Se, por ventura, houvesse espaço à mesa, garantia de reserva apenas depois de a pessoa revelar quantos seguidores o cliente tem no Instagram. Lugar exclusivo para influenciadores. Mas nunca era o suficiente. A fama se espalhou. A página do local no TripAdvisor chegou a ter 89 mil visualizações em um único dia e o restaurante chegou, assim, à ponta do ranking. 

Mesmo sem nunca ter sido visitado. Os algoritmos, pois é ...
Ao sabor dos algoritmos Ao sabor dos algoritmos Reviewed by blog dois pontos on 13:51 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.