Tem uma pedra no meio do caminho

FHC & Alckmin

Mais informações da sempre atenta newsletter "Meio", de Pedro Dória:

Geraldo Alckmin está em negociações aceleradas para estruturar sua candidatura. 

Nas últimas semanas, se encontrou com Rodrigo Maia e ACM Neto, do DEM, além de líderes do PTB e do PP. Para o DEM, acenou com a vice — na qual o prefeito de Salvador pode se encaixar. Promete, também, apoio tucano para candidatos demistas aos governos estaduais. Não bastasse, deve jantar nas próximas semanas com cerca de 80 líderes de igrejas pentecostais e neopentecostais, com o objetivo de minar a influência de Jair Bolsonaro entre eles, segundo informações da "Folha de S. Paulo".

Mas... 

O governador paulista tem um problema interno: Fernando Henrique Cardoso.

Quando perguntado por Alberto Bombig e Pedro Venceslau, do Estadão, se o candidato do centro deve ser do PSDB, FHC se desvencilhou. No "Manhattan Connection" do fim de semana, quando Diogo Mainardi sugeriu que Alckmin seria um par de 8 no jogo de pôquer da corrida presidencial, FHC não o questionou. Só sugeriu que às vezes se ganha assim. 
Não bastasse, segundo Tales Faria, o presidente do PPS, Roberto Freire, ainda insiste na candidatura de Luciano Huck. E tem dito que FHC o incentivou a buscar o apresentador.
Tem uma pedra no meio do caminho Tem uma pedra no meio do caminho Reviewed by Helcio Costa on 14:58 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.