E S. José ficou de fora ...





Como dizia aquela antiga propaganda de carros, pois é ...

A General Motors confirmou nesta terça-feira o investimento de R$ 1,2 bilhão na fábrica de São Caetano do Sul (SP), deixando mais uma vez de fora o complexo industrial da montadora em São José. Também receberão aportes as fábricas de Joinville (SC), com R$ 1,9 bilhão, e a de Gravataí (RS), com R$ 1,4 bilhão.
Esses investimentos fazem parte do pacote de R$ 13 bilhões que a GM anunciou para o Brasil entre 2014 e 2020 para a criação de novos veículos.
A fábrica de São José teria ficado de fora dos investimentos por ser considerada pouco competitiva para carros de passeio. Atualmente, a fábrica monta a picape S10 e a SUV Trailblazer. A GM não fala, mas o principal obstáculo à planta de São José dos Campos seria a ação do Sindicato dos Metalúrgicos, considerada excessivamente radical.  Bem, certo ou errado, esse ponto de vista se cristalizou na classe empresarial. Triste, mas verdade ...
Em tempo ...
Para não levar a culpa quieto, o Sindicato dos Metalúrgicos cobra sistematicamente investimentos da GM em São José. A entidade diz que a montadora não cumpriu acordo de 2013 que prevê a aplicação de R$ 2,5 bilhões na planta para a produção de uma nova linha de veículos. Acredite se quiser ...

Pelo sim, pelo não, os metalúrgicos de São José dos Campos vão às urnas nos dias 27 e 28 de fevereiro para escolher a nova direção do sindicato. A atual diretoria, ligada ao CSP-Conlutas, braço sindical do PSTU, tenta se manter no poder após anos e anos encabeçando a Chapa 1, com Weller Gonçalves, da Hitachi, como candidato a presidente. A Chapa 2, de oposição, tem Éder de Andrade, da Embraer, como candidato a presidente. Vamos ver como isso acaba ...

E S. José ficou de fora ... E S. José ficou de fora ... Reviewed by blog dois pontos on 07:14 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.