Habemus papa?

Reitoria da Universidade de Taubaté

Enquanto o reitor José Rui Camargo se prepara para novos desafios, esquenta o clima dentro da Universidade de Taubaté para a sua sucessão.

Façam as suas apostas ...

Cinco ou seis nomes devem entrar na disputa, dois deles já em fase declarada de pré-campanha: Régis de Toledo Souza e Arcione Ferreira Viagi. Outros nomes cotados são os de Nara Perondi Fortes, Mário Celso Peloggia e Francisco José Grandinetti. Mas essa lista, por tradição, é variável:  tanto pode encolher quanto pode espichar. O prazo de inscrição de chapas vai de 19 a 23 de março. Antes disso, campanha, campanha é proibida. A eleição deve ocorrer entre abril e maio e transcorre em três etapas. Na primeira, a comunidade acadêmica vota. Em uma segunda etapa, a lista dos candidatos (com o peso dos votos recebidos na comunidade acadêmica) vai então para os órgãos colegiados da Universidade, onde 48 pessoas que definem, em diversos escrutínios, a constituição de uma lista tríplice que segue ao prefeito para, então, em uma terceira fase do processo, a escolha do novo reitor. É um padrão adotado em diversas instituições semelhantes: só com a chancela do chefe do Executivo, a Universidade pode dizer "habemus papa".

E segue o baile ...

Habemus papa? Habemus papa? Reviewed by Helcio Costa on 19:10 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.