Sem café no bule

Felício e Carlinhos

Qual a dificuldade de tirar esse coelho da cartola?

Depois de ficar quatro anos no chove-não-molha durante o governo Carlinhos Almeida (PT), a nova Lei de Zoneamento derrapa na gestão de Felício Ramuth (PSDB).  O projeto, que deveria estar concluído para debate público no segundo semestre deste ano, vai ficar só para 2019, segundo disse o próprio Felício a empresários durante café da manhã realizado na sede da Aconvap (Associação das Construtoras do Vale do Paraíba), na última terça-feira. Motivo, segundo o prefeito: o atraso na elaboração do Plano Diretor, que deveria estar concluído até junho, mas vai estourar o prazo, devendo ganhar contorno final só em agosto e olhe lá. Os empresários, claro, não gostaram da notícia ...

A coisa enrola tanto que parece que tem caroço nesse angu ...

A Lei de Zoneamento atual é da época do governo Eduardo Cury (PSDB) e sofreu remendos aqui e acolá, alguns bem alinhavados, outros costurados com agulha sem ponta, de tão mal feitos. Alguns trambiques aplicados no texto acabaram fulminados pela Justiça, o que obrigou a uma série de emendas-tampão para dar um arcabouço lógico a uma lei que estava com mais buracos que um queijo suíço.

Qual o problema do texto atual?

Ora, os empresários da construção civil acham a Lei de Zoneamento restritiva demais. Bem, eles têm razão. Não totalmente, mas têm. Nada o que um debate transparente, com cada lado mostrando seus argumentos e pontos de vista, de forma democrática, não resolva. O problema, no entanto, é prazo: uma Lei de Zoneamento apresentada em 2019 só vai gerar resultados em dois, três anos, o que leva para além de 2021-2022 a retomada da indústria da construção civil em São José dos Campos. Muitas construtoras da cidade passaram por processos de enxugamento radical, outras foram investir fora de São José dos Campos, gerando empregos e riquezas longe daqui. 

Carlinhos criticava a lei de Cury por ser restritiva, mas não mexeu nas regras. Felício criticava Carlinhos por priorizar uma nova Lei de Zoneamento ao invés de um novo Plano Diretor, mas, até agora, pouco avançou no jogo. Enquanto os políticos ziguezagueiam mais que Mané Garrincha em dia de clássico, o coelho continua sem sair da cartola ...

Qual a explicação?


Sem café no bule Sem café no bule Reviewed by Helcio Costa on 18:16 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.