Chose de loc ...



Tem coisas que só acontecem no Vale do Paraíba ...

Depois da "Gazeta de Taubaté" ter revelado o que chama de "farra das viagens" da Câmara Municipal, o jornal "A Voz do Vale" dedicou manchete e duas páginas internas para contestar a reportagem original, com direito a diagramação de capa parecida com a adotada pelo concorrente. Virou briga entre jornais, a "Gazeta" escorada em uma reportagem que levou 14 meses sendo construída e que é baseada em informações oficiais, fornecidas, por ordem da Justiça, pela própria Câmara; a "Voz" abrindo espaço às explicações dos vereadores citados pelo jornal concorrente. Chose de loc, como diria Pierre, o último exilado do tempo da ditadura, personagem criado por Jô Soares nos anos 70, que falava pelo telefone com sua Madalena distante. Olha, insistindo na piada criada pelo falso cognato, coisa de louco um jornal abrir guerra à manchete do outro.

É caso de perguntar frente a isso: pode isso, Arnaldo?

Ué, é estranho, é chose de loc, mas pode, claro que pode. Afinal, liberdade de expressão é um bem, um direito que serve para todos, indistintamente. E cada um pensa, fala, escreve e publica o que quiser e achar correto. Serve para falar coisa boa, serve para falar bobagem. O julgamento cabe ao consumidor de informação. Quem tiver melhores argumentos, maior embasamento e mais garrafa vazia para trocar, vence.  Nesse caso, cá entre nós, o pêndulo está mais para o lado da "Gazeta", que publica uma série de reportagens bem embasada, que pegou parte dos vereadores da cidade de calças curtas.

E segue o baile ...

Chose de loc ... Chose de loc ... Reviewed by Helcio Costa on 18:45 Rating: 5

Um comentário:

  1. Eu sugiro que corrija essa sua publicação. Tem coisas que só acontecem em Taubaté. Até a Grávida de Taubaté está envergonhada com os desdobramentos das reportagens sobre a farra das viagens.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.