Dois e dois são ...


Separados pela ideologia e pela práxis política, Eduardo Cury (PSDB) e Shakespeare Carvalho (PRB) têm algumas coisas em comum ...

Estão na mesma coligação, costurada em torno da candidatura de João Doria.

E, sendo assim, compõem o chamado "chapão", que a coligação vai lançar à Câmara Federal. "Chapão" que pode ter um vento extra a favor:  o campeão de votos de 2014, Celso Russomano, tradicional puxador de votos do PRB. Os bam-bam-bans da coligação calculam que, com essa maré ajudando a remar o barco, o "chapão" pode eleger até 40 dos 70 deputados em jogo. Vida fácil para Cury e Shake? Bem, em campanha não tem vida fácil. Mas, olhando só o PSDB, apenas dois pré-candidatos atuais tiveram mais votos que Cury em 2014, Carlão Sampaio e Samuel Moreira. Outros bem votados --como Bruno Covas,  Duarte Nogueira, Rodrigo Garcia e Ricardo Triplo, além de Mara Gabrili e Silvio Torres-- estão fora da disputa, ou com mandato a cumprir, ou com foco em outras esferas. Mas isso é só palpite e blá-blá-blá. Vamos ver quando o jogo começar a ser jogado.

Segue o baile ...

Dois e dois são ... Dois e dois são ... Reviewed by blog dois pontos on 13:32 Rating: 5

Um comentário:

  1. Resta saber quem é capaz de chegar no fim do mandato, haja vista a segunda instância costuma confirmar as condenações em primeira. Afinal, quem são os candidatos que provalvelmente não chegariam ao fim do mandato?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.