Excesso de sinceridade?

Briga no ninho tucano

Francisco de Assis Vieira, o Chesco, não ocupa mais a função de coordenador regional do PSDB no Vale do Paraíba.

Motivo: excesso de sinceridade.

Perguntado pelo jornal "O Vale" sobre o impasse de diversos tucanos em apoiar João Doria (PSDB) ou Márcio França (PSB) ao governo do Estado, Chesco foi direto e reto: "A maioria dos prefeitos do Vale está com França", disse. Para completar: "Em um primeiro momento trabalhamos para o Doria ficar na prefeitura. Ele foi eleito prefeito e ponto final. Mas fomos voto vencido." Dito isso, Chesco explicou que a prioridade do PSDB do Vale é eleger Geraldo Alckmin a presidente. Em razão disso, a decisão é não entrar em bola dividida com candidatos a governador que apoiem Alckmin --o que inclui França, vice de Geraldo Alckmin no governo de São Paulo e que tem declarado voto no ex-governador. "O Alckmin, no Vale, é a nossa prioridade. Então, não vamos transformar a eleição para governador em uma declaração de guerra", afirmou Chesco ao repórter Caíque Toledo.

A sinceridade não foi bem recebida pela ala do PSDB que gravita em torno de Doria. Dessa forma, Chesco foi deslocado da coordenação regional. Reação ruim frente a um político que tem história na região, ex-prefeito de Roseira e Pindamonhangaba. Em tempo: Chesco também é um alckmista de primeira hora.

Segue o baile ...

Excesso de sinceridade? Excesso de sinceridade? Reviewed by blog dois pontos on 10:55 Rating: 5

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.