Te Deum Laudamus


Música na Catedral (Foto: Letícia Maria)


Uma boa surpresa na manhã do último domingo ...

Após a missa das 10h30, a catedral de São Francisco das Chagas, em Taubaté, virou palco de uma apresentação do projeto Memória Musical, que se propõe a resgatar a obra de compositores que nasceram ou viveram na cidade. Neste domingo, o foco foi a obra de Antonio Orestes Penzo, italiano nascido em Veneza no século 19 e que veio ao Brasil junto com uma companhia de ópera. Gostou do país, gostou do Vale do Paraíba e por aqui ficou, até sua morte em 1938. Duas obras foram apresentadas: uma das nove versões da “Ave Maria” compostas por Antonio Penzo e um “Te Deum”, encerrado com a participação involuntária dos sinos da Catedral, com suas badaladas do meio-dia. Sob a regência de maestrina Juliana Christman, com as sopranos Mére Oliveira e Patrícia Teixeira, além de coro e orquestra, com músicos cedidos pela Sinfônica Jovem de Taubaté, as peças de Antonio Penzo foram como uma brisa fresca no final de uma manhã calorenta, como se, pelo poder da música, pudéssemos ficar mais perto de divino, do eterno.

Parabéns ...

E tem mais: dia 12 de outubro, o grupo volta à Catedral; e, em dezembro, a obra de Antonio Penzo será tocada em outra catedral, a de Santa Terezinha, também em Taubaté. Quem perdeu a boa surpresa da manhã deste domingo, anote na agenda. Vale a pena ...

Te Deum Laudamus Te Deum Laudamus Reviewed by blog dois pontos on 11:26 Rating: 5

8 comentários:

  1. Respostas

    1. vou procurar saber ao certo o calendário de apresentações e posto aqui. abraço

      Excluir
  2. Agradecemos o apoio, e os esperamos nos próximos concertos! Viva a história da música, viva a boa música!

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. puxa, Mere, eu e Letícia é que agradecemos a vc e a todos os músicos pelo prazer de ouvi-los. foi uma apresentação muito, muito bonita. com certeza estaremos nas próximas e, em especial, na Santa Terezinha. abraço

      Excluir
  3. Eu fui, muito lindo! Parabéns pela iniciativa. Bravo!

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. não foi lindo mesmo? um momento para deixar a alma mais leve

      Excluir

Tecnologia do Blogger.