Demorou, mas caiu o jabuti

Coitado do jabuti, caiu do poste

Demorou, mas caiu o jabuti de cima do poste ...

O Senado aprovou ontem o novo Marco Legal das Agências Reguladoras, reduzindo o risco de interferência política nesses organismos. É um fato positivo, que merece ser comemorado. O projeto original foi aprovado no ano passado pela Câmara Federal, após ter tido um jabuti colocado nele pelo deputado José Carlos Araújo (PR-BA), ainda durante análise do texto pela Comissão Especial das Agências Reguladoras. Aliás, um jabuti bem safado, que derrubava o veto à contratação de parentes em estatais, projeto de Tasso Jereissati (PSDB). À época, militantes do PT de São José dos Campos usaram o fato para atacar o deputado federal Eduardo Cury (PSDB), que presidia a comissão, atribuindo a ele, Cury, a responsabilidade pelo jabuti com DNA baiano. Na verdade, como presidente, Cury nem tinha direito a voto. Mas, em campanha eleitoral, a verdade é o que menos importa, às vezes. É pancada acima da medalhinha, sempre. Mas, já na época, o deputado tucano disse que havia um acordo para derrubada do jabuti quando o texto fosse a votação no Senado.

Dito e feito.

Mudou a composição do Senado com as eleições, mas o jabuti não resistiu, de fato. Acabou retirado do projeto do novo marco legal das Agências Reguladoras. Parentes de políticos em estatais? Perdeu, playboy. Vai ciscar em outra freguesia.

E segue o baile ...


Demorou, mas caiu o jabuti Demorou, mas caiu o jabuti Reviewed by blog dois pontos on 15:54 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.