Uma banana para Bolsonaro





O presidente Jair Bolsonaro governa para um mundo de memes ....

Num dia, dá uma “banana” para os jornalistas incomodado com críticas ao “puxadinho” feito para abrigar sua mulher, Michelle, no Palácio do Planalto. No outro, faz uma afirmação de mau gosto contra a jornalista Patrícia Campos Melo que nem o tiozão do churrasco, trêbado, teria coragem de fazer, atropelando qualquer liturgia do cargo com uma declaração sexista contra a profissional. "Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim", disse o presidente. Que beleza ...

Tem gente que gosta do estilo e é para essa gente que Bolsonaro prega.

Eu não faço parte dessa tropa, assim como não fiz parte dos baba-ovos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Não gosto de puxa-sacos, sejam eles de que partido ou ideologia forem. Aliás, vai aqui um aviso: não gosto de puxa-saco. Dito isso, no episódio da “banana”, Bolsonaro foi Bozo no melhor estilo. Sem ter o que falar, fez seu show particular na saída do Palácio da Alvorada. Não, presidente, o “puxadinho” de dona Michelle merece, sim, ser explicado publicamente.  Afinal, o senhor e sua patroa moram em um espaço público, considerado patrimônio nacional. Não é sua casa, nem sua propriedade, é morada transitória. Ou escritório transitório. Como foi transitória/transitório para Fernando Collor de Melo, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso, Lula, Dilma Rousseff e Michel Temer. Isso só para ficarmos só nos presidentes pós-ditadura. Teve militar por lá também. No episódio da “piada” sexista, Bolsonaro foi, antes de tudo, mau-caráter como homem, imbecil como ser humano e despreparado como presidente da República. Isso para dizer pouco.

É o caso da gente dar uma “banana” para o presidente. 
Ou, quem sabe, se perguntar: por que o presidente tem tanto interesse em cuidar do "furo" dos outros?

Uma banana para Bolsonaro Uma banana para Bolsonaro Reviewed by blog dois pontos on 16:40 Rating: 5

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.