O Mapa do Vírus




Uma pesquisa de campo para mapear o grau de contaminação do novo coronavírus entre a população de São José dos Campos ...

É isso que será feito na próxima semana pela Prefeitura de São José dos Campos, em parceria com o instituto Indsat, especializado em indicadores de serviços públicos em todo o país. A amostra será de 600 pessoas, o que dá uma margem de erro entre 3% e 5% para o levantamento (em São José, pesquisas eleitorais costumam ser feitas com 400 entrevistas). Vai funcionar assim: um grupo de pesquisadores fará visitas domiciliares nos quatro cantos da cidade, acompanhado por equipes da Secretaria de Saúde. Trabalho que, segundo o prefeito Felício Ramuth (PSDB), terá dois objetivos:

1 – Primeiro, identificar o grau de aprovação das ações e políticas públicas que vêm sendo adotadas pela prefeitura no combate e no controle da pandemia do novo coronavírus. Isso servirá para calibrar as ações do governo e/ou corrigir a estratégia de comunicação que vem sendo usada para informar a população sobre as ações e decisões da administração municipal;

 

2 – Segundo, e mais importante, terminada a pesquisa de opinião, as equipes da Secretaria de Saúde farão um teste rápido de contaminação do novo coronavírus em cada entrevistado, em casa, o que vai gerar um grande mapa estatístico da presença do vírus na cidade. Isto é, um retrato do vírus em São José dos Campos.


Esse mapa, ao lado de outros indicadores oficiais, levantados diariamente pela Secretaria de Saúde de São José dos Campos, vai ser usado pelo governo para definir o que será feito após o dia 22 de abril, data marcada para o fim da quarentena na cidade. Segundo Felício, caso a COVID-19 esteja sob controle, há a possibilidade de flexibilizar algumas medidas de isolamento, para que a cidade retome a sua atividade e a economia ganhe fôlego. “Estamos analisando alguns cenários”, disse Felício, em rápida conversa no final da manhã de quinta-feira. Caso o cenário seja positivo, por exemplo, restaurantes podem vir a ser liberados, limitando seu funcionamento aos chamados “empratados” (isto é, prato prontos), sem serviço de bufê. “Tudo depende de como vamos chegar até lá. Mas algo precisa ser feito”, afirmou o prefeito.


Vai dar certo? Vamos ver. Até lá, segue o baile ...Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos


O Mapa do Vírus O Mapa do Vírus Reviewed by blog dois pontos on 11:18 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.